Porquê Paraíso Escondido?

Porquê Paraíso Escondido?

Música é Amor. - Partilhe!

“Paraíso Escondido”  – uma das quatro músicas que Toy Djack dedica a Ribeira Prata e cujo título também escolheu para o seu primeiro CD – é uma homenagem do autor à pacata aldeia a norte da ilha de São Nicolau que o viu nascer e onde, nos últimos dez anos, tem passado a maior parte do seu tempo, opção que terá feito não apenas pelo facto de Ribeira Prata ser a sua terra natal, onde estão as suas origens, as suas raízes, mas também para ficar mais próximo da natureza e poder desfrutar dessa paz, dessa harmonia e serenidade tão inspiradoras e próprias dos locais onde, como Ribeira Prata, a natureza ainda impera.

Quem conhece Ribeira Prata dificilmente se esquecerá da paisagem verdejante, do cantar dos pássaros, do pôr-do-sol, da sua aura campestre, da sensação de se estar numa terra “doutros tempos”, que ainda não tem electricidade nem água canalizada, facto este que, se para um visitante que procura “fugir”, durante alguns dias, da vida citadina pode ser algo que a torna ainda mais encantadora, para as suas gentes é algo que torna o dia-a-dia mais difícil, sem, contudo, fazer diminuir o amor e o orgulho que nutrem pela terra onde nasceram e onde se sentem felizes.

Nesta música, Toy Djack enaltece o amor, o carinho, o orgulho que as gentes de Ribeira Prata sentem pela sua terra, não se esquecendo, todavia, daqueles que, insensíveis à natureza e aos seus encantos ou fascinados pela agitação das cidades, a consideram um “buraco”, um lugar indigno de se viver. Esta música, estas palavras de estima, admiração e amor por Ribeira Prata e suas gentes são também para estes que a não estimam, que a não admiram, que a não amam, e que Toy Djack, no seu optimismo habitual, espera sensibilizar, despertando neles o respeito pela natureza e o desejo de descobrir Ribeira Prata.

E como exímio educador que é, mas também motivador e mestre em desencadear sentimentos de orgulho, os seus actos reflectem as suas palavras, porque o respeito e o amor que reivindica para Ribeira Prata são os mesmos respeito e amor que dedica a Ribeira Prata, são os mesmos respeito e amor que incutiu em mim e nos meus irmãos, aumentando o nosso orgulho de termos nascido em Ribeira Prata, de termos tido o privilégio de passar a infância em Ribeira Prata, da qual conservamos indeléveis memórias da sua paisagem, da atmosfera que a envolve, do calor, resistência e dignidade das suas gentes, do cheiro da combustão da lenha, do aroma do comer acabado de fazer, da fragrância da terra molhada pela tão desejada chuva, das nossas brincadeiras de criança… memórias da nossa infância nesse “Paraíso Escondido” que Toy Djack tão bem conhece e enaltece.

 

Lisboa, Junho de 2012
Amílcar Silva dos Santos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply

Close Menu